Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro
Novembro
abr | mai | jun | jul
ago | set | out | nov
Brasília, 2 de novembro de 2000

Importante por sua história, imponência e função dentro do país, Brasília é a grande primeira cidade que passamos desde que ingressamos sertão adentro. Apesar de Salvador, João Pessoa, Natal, Fortaleza, São Luis e Palmas serem grandes e belas capitais, o Distrito Federal diverge-se destas não só pelo tamanho, mas por sua função dentro da nação: a de comandar e dirigir nosso gigante Brasil.

Mas quem estaria nos esperando na imensidão do Planalto Central ? Vanessa Cassas, desculpe-nos, mas temos que agradecer mais uma vez... E mal havíamos chegado e a equipe do Outback Brasil, da TV Record - DF, no comando de Arturo e Maurão, estavam lá de plantão para nos flagrar ! Tempo para gravar uma matéria, ou melhor, um furo, com quem acabou de chegar (mesmo) na cidade. Parabéns Outback, isto sim é fazer jornalismo sério !


Várias foram as razões que nos levaram a decidir que o trabalho se encerraria em Brasília. Refletindo um pouco, acreditamos que existe uma identificação com a cidade e o Projeto Trilha Brasil. Explicamos: anos atrás, Juscelino Kubitschek acreditou que poderia tranformar o país habitando uma região praticamente esquecida e despovoada, no coração do Brasil - e transformá-la na principal cidade do país frente aos então desenvolvidos do sudeste.


Assim, como vem acontecendo com outras regiões do país, Brasília surgiu do pó. Como fruto de muito trabalho e dedicação, o "pasto virou cidade", e hoje é um dos principais pólos de decisões políticas da América do Sul. Nas palavras da Lico, o Trilha Brasil também foi assim: nasceu de um sonho, abraçou quem sonhou junto e aconteceu. É claro que existe uma imensidão nesta comparação, mas a atitude e a coragem são, e foram, as maiores lições semelhantes.

Hoje, frente a frente com os fatos, sabemos que ambos transformaram o sonho em realidade e assim como Brasília, queremos ser grandes.

Da mesma forma que ocorrera inúmeras vezes, ficamos hospedados na casa de uma legitima brasiliense, ou melhor, na companhia da neta dela, Ticiana. Assim como nós, Cristina e Rô também estavam passando uns dias em Brasília. Mal havíamos chegado e já tínhamos uma turma... Coisas do Trilha Brasil.

Andar pelo Plano Piloto exige certa experiência. Cidades planejadas.... Como as ruas não tem nome, mas números e letras, é um pouco difícil no começo, mas acabamos nos adaptando com o tempo. Em parte da cidade, tudo é muito moderno: shoppings, edifícios, ruas e praças. Aqui, até as faixas de pedestres falam e multam. Os radares estão em todos os lugares, tudo é muito controlado. As distâncias também incomodaram no começo, pois tudo é dividido em setores. Lembrar de São Paulo, nosso berço, é inevitável.

Mas o propósito era mesmo de encerrar nossa jornada e traçar os próximos passos - divulgar e mostrar nosso material ao "setor" Brasil Central, Norte e Sul.

Para os mais curiosos, pesquisar pessoas de cidades grandes ainda não está em nosso cronograma, então, como disse nosso amigo - repórter Willian Passos, "como todos que visitam Brasília, eles também vieram aqui para fazer política".

Entretanto, questionados por diversas pessoas a respeito do assunto, podemos sim falar um pouco das pessoas que moram no Distrito Federal. Coragem. Esta palavra, que também nos identifica, faz parte da alma dos residentes daqui, afinal, grande parte da população é migrante de outras regiões do país.

Frios ou não, característica típica e comum das grandes cidades, todos apostaram numa vida nova ao se mudarem para o Planalto, alguns em épocas remotas, outros nos tempos mais modernos e seguros. Talvez por isso exista a tal da "frieza", afinal todos vieram pensando em trabalho e futuro, e talvez, como os paulistas, tenham se esquecido da lição do sertão, que tanto buscamos e agora queremos mostrar. Trabalhar e ganhar dinheiro é bom, mas não é tudo.

A cultura, esta sim é herdada das origens familiares de cada um, afinal aqui tem gente do interior do Goiás, Maranhão, Piauí, Rondônia.... É bom que isto ocorra, pois a Capital Federal deve mesmo se expandir como um polo multicultural.


Aliás, o Trilha (cão) nos deu um bom susto ao sumir por algumas horas e reaparecer nas mãos de um migrante do Ceará, sua terra natal. Coincidências ? Não, coincidências não existem... Brasília tem sim uma riqueza escondida. A flor existe, basta enxergá-la.

Como nas outras cidades, fomos muito bem recebidos pela mídia local. Fotografamos filmamos e gritamos na Esplanada dos Ministérios. Até a bandeira do Brasil foi abanada nos arredores do Congresso Nacional e do Senado. Lembramos das aulas de direito do Mackenzie... Recorrer à 2ª instância, aguardar decisão do Supremo Tribunal, essas coisas.

Hoje pudemos ver tudo isto de perto, fato que todos os brasileiros deveriam fazer. Hoje podemos dizer "sim, eu conheço um pouco do Brasil".

Mas a atitude mais bonita e significativa foi mesmo a de levantar e carregar em cima do Troller a bandeira oficial nacional até a feira de aventura, em São Paulo. Descobrimos que, infelizmente, os brasileiros tem medo disso; coisa que aprendemos e fazemos com orgulho; gesto que fizemos para milhares de brasileiros em sete meses.

Obrigado povo brasileiro. Chegou a hora de seguirmos a Trilha, já que agora entendemos a música e conhecemos parte da banda.

Vou lutar com braços fortes, Pátria amada Brasil....

Luis Eduardo Salvatore - Direção Geral
Ana Elisa Salvatore - Direção
Liliana Pardini - Pesquisa




Veja os Cartoons







© 2001 - Trilha Brasil - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Trilha Brasil