Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro
Novembro
abr | mai | jun | jul
ago | set | out | nov
diário 1 | diário 2 | diário 3 | diário 4
diário 5 | diário 6 | diário 7

São Domingos, Vale do Catimbau (Buíque - PE)


O dia seguinte é imprevisível quando o objetivo é pesquisar pessoas. Já tínhamos conversado sobre a história do cangaço com ex-tenentes que fizeram parte da volante, para quem Lampião era um sádico assassino.

Faltava o outro lado, a história de quem seguia os passos de um ídolo, de um hobin-hood bem brasileiro, como um ex-cangaceiro. Quando soubemos que existia um vivo e lúcido em São Domingos, a 180 km de Serra Talhada, mudamos o roteiro. O cangaceiro Candeeiro hoje é Seu Né, um pacato pai de família dono de um boteco em São Domingos, lugarejo perdido no sertão pernambucano.

Candeeiro viveu os dois últimos anos do bando, curando ferida de bala com pimenta malagueta e fumo de corda.Presenciou seu fim, a Batalha do Angico, quando foram arrancadas as cabeças de 11 cangaceiros, entre elas a de Lampião e Maria Bonita, posteriormente expostas em praça pública. Sádico, não?

A "casa do cangaceiro" foi uma aconchegante estada. Dona Lindinalva, sua mulher, nos acolheu como filhos. Nunca comemos tanto e tão bem, experimentando pratos regionais como xerém, queijo de manteiga, feijão de corda, farinha de queijo e um irresistível bolo de mandioca com côco.

Mais exótico que estar na casa de um cangaceiro foi o nosso programa da noite: forró no cemitério!

Durante um passeio à tarde, para fazer a digestão de tanta comida, conhecemos Seu Pindaíba da Sanfona, pedreiro e coveiro do vilarejo. Ele deu uma palhinha e ficou combinado um forrozinho à noite, que aconteceu ao lado do cemitério, sob o estrelado céu do sertão.

Mais uma alteração na rota foi feita quando soubemos que na cidade ao lado está o segundo maior sítio arqueológico do País, com 400 mil hectares: o Vale do Catimbau.

Numa caminhada de três horas cruzamos pinturas rupestres de 6.000 anos, formações de arenito e a vegetação que delimita o fim do sertão e o início do agreste, compondo uma das mais extasiantes paisagens já vistas pelo trio.

"Isso não é nada" - disse nosso guia - "para conhecer bem é preciso ficar 90 dias no mínimo". Ficamos mais um, dormindo numa casa no alto da serra, com uma vista privilegiada do Vale.
A comitiva Trilha Brasil volta a seu roteiro original, percorrendo as festas juninas, iniciada em Caruaru, a capital do forró.






Veja os Cartoons







© 2001 - Trilha Brasil - Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Trilha Brasil